terça-feira, 31 de março de 2009

1 ano

"Já faz 1 ano que não te tenho mais comigo, 1 ano de sofrimento, 1 ano de vazio, 1 ano em preto e branco ... 1 ano que não vejo mais seus olhinhos que sempre me iluminaram. Vai fazer 1 ano que você venceu Pitter, porque não ter resistido não quer dizer fraqueza, mas sim que você se libertou dessa doença maldita que é a cinomose. Seu abraço aconchegante ( sim, meu cão me abraçava e era o abraço mais gostoso do mundo ), suas lambidas no meu ouvido, rs - , você deixou saudade, deixou muuuuita saudade. O que eu nunca vou esquecer é a nossa perfeita sintonia e a beleza de sentimento que eu cultivei com você, o amor. Um amor diferente e único, que não existia ciúmes, impossível ter "outra" no meio, era um amor materno de mim pra você.

Me lembro até hoje do dia em que você chegou aqui, há uns 6 anos, você tinha medo do escuro, chorava na noite sozinho e eu cantava pra você dormir, eu morria de dó.
Você me mostrou o amor, me ensinou amar, assim desse seu jeitinho tão simples e meigo e eu sei muito bem que é você que tem me dado forças esse tempo todo pra aguentar.
Meus olhos não resistem, é só o meu pensamento se aprofundar em você, e boas lembranças surgirem que eles não se aguentam e desabam em lágrimas."







Texto dedicado à razão da minha vida que não está mais comigo e fez 1 ano dia 28 de março, preferi nem postar no dia senão seria pior pra mim, tinha que estudar e isso me deixa totalmente pra baixo, mas não podia passar em branco.
A praga que levou meu amor, é uma doença horrível que ele pegou em algum petshop, a cinomose, é até interessante pra quem tem um cãozinho, vale a pena pesquisar sobre a doença que está acontecendo cada vez mais. :/
Vou contar dois sonhos meu, que talvez vocês não acreditem, mas mais ou menos uma semana depois que ele morreu (28 de março de 2008) , eu sonhei que ele tava comigo, e saudável, bem e feliz.
E na madrugada do dia 28 pro dia 29 ( março, 2009 ), sonhei que ele estava muito arteiro, igualzinho ele era, me lembro dele ter fugido de casa, e tava chovendo, e ele se molhava, corria, pulava na canaleta. Aí depois ele voltou pra casa e eu fui dar banho nele, e meu danadinho não sossegava por nada. Foi um presente pra mim esse sonho, eu acredito mesmo que agora ele está muito bem e com saudades de mim, mas não tanto igual a saudade que eu sinto dele.Mas é isso aí, eu sei que fiz de tudo pro meu baby melhorar, foram muuuitos remédios, vacinas e meu bb não resistiu, e aí está ele ( pra quem ainda não viu fotinha dele ) :




"Só deixei mamãe tirar foto de mim , pqe eu tava com soninho."




"Sou o neném piguiçosinho da mamãe."

2 comentários:

disse...

Sinto por você. Não conseguiria viver sem meus 3 xodós ... O Pitter era lindo!

May disse...

Quando perdi meu cachorro foi assim também /: ele era perfeito, mesmo. Foi a pior semana da minha vida. Perder ele numa quarta e minha gata numa sexta :x